Líderes brasileiros se reúnem em Yale para discutir a educação pública,


Presidente Peter Salovey, congratula-se com líderes brasileiros para o segundo programa de liderança conjunta hospedado por Yale em conjunto com a Fundação Lemann.

Apresentando as melhores práticas em educação e formação de professores, "Líder educacional reformas: oportunidades e desafios à frente," é o segundo programa de liderança para os líderes brasileiros hospedado por Yale e organizado em conjunto com a Fundação Lemann. Mais de 45 funcionários públicos brasileiros, bem como liderança da Fundação Lemann e pessoal, veio a New Haven para um seminário intensivo de quatro dias cheio de palestras e workshops, liderados por especialistas em educação internacional.

O objetivo do programa era criar uma compreensão e um consenso em torno da importância de melhorar a educação entre a nova política liderança brasileira aos níveis nacionais e estaduais. Em sessões à porta fechada, brasileiros senadores, congressistas, governadores e educação líderes discutiram do país pressionando questões educacionais em dirigiu como afetar a mudança.

"Um dos nossos principais objectivos da Fundação Lemann é apoiar os líderes comprometidos a trazer mudanças no sistema educacional do Brasil," diz Denis Mizne, CEO da Fundação Lemann e bolsista mundial de Yale. "Em parceria com Yale, aproveitar laços da Universidade de líderes internacionais e fornecer nossos participantes a oportunidade de pensar sobre as melhores práticas na educação em um contexto global."

Durante todo o programa, foram abordados três temas principais: o lançamento de uma iniciativa de padrão de aprendizagem nacional no Brasil, melhores práticas em inovação tecnológica na educação e formação de professores. Os tópicos foram discutidos fortemente durante sessões de trabalho facilitado, lideradas por Laura Freebairn-Smith, professor de gestão na Yale School of Drama e diretor no grupo de desempenho organizacional, permitindo tempo de participantes para reflexão e colaboração.

Convidou oradores incluíram Evan Marwell, CEO e fundador da educação Superhighway, Richard Culatta, diretor executivo do escritório de tecnologia educacional no gabinete do Secretário de educação dos EUA e Barry McGaw, Presidente do Conselho do currículo australiano, avaliação e relatórios de autoridade.

Os participantes também viajaram para o Connecticut departamento de educação do estado em Hartford para ouvir do Senhor Comissário Dianna Wentzell sobre implementação de núcleo comum.

"As sessões promoveu excelentes oportunidades para a discussão de um tema complexo, e os alto-falantes todos forneceu perspectivas cruciais, bem como exemplos teóricos e práticos,", diz Camila Pereira, diretor de política da Fundação Lemann. "Foi uma grande oportunidade para nossos participantes a se unir e pensar em como abordar questões de volta ao Brasil."

Na última noite do programa, os estudantes brasileiros e estudiosos, bem como professores com fortes laços com o Brasil, juntou-se a delegação para um jantar de encerramento, completo com observações de Cid Gomes, Ministro da educação no Brasil.

"É um privilégio para nós trabalhar com a Fundação Lemann para pensar sobre como abordar a importante questão da melhoria da educação no Brasil. Acreditamos que esta colaboração só promove a relação de Yale-Brasil, que tem crescido nos últimos anos abrangem a Universidade e incluem parcerias nas áreas de desmatamento, desenvolvimento infantil, saúde mental e doenças negligenciadas,", diz Don Filer, diretor executivo em escritório de assuntos de Yale internacionais, o escritório que administrou o programa.

A Fundação Lemann é uma organização sem fins lucrativos, criada em 2002 pelo empresário brasileiro Jorge Paulo Lemann para melhorar a qualidade da educação pública no Brasil.- Brazilian Leaders Gather at Yale to Discuss Public Education -"[YALENEWS]

 Semana 13 » Post 23 »  » #CMistériosBlog » Educação
CMistériosBlog » Líderes brasileiros se reúnem em Yale para discutir a educação pública