Memória


De acordo com uma nova pesquisa científica, ser curioso por um assunto pode impulsionar a memória não apenas para esse assunto, mas a memória em geral.


Todo o mundo sabe que é mais fácil de aprender um assunto que você está curioso para saber.

Agora, um novo estudo revela o que está acontecendo no cérebro durante esse processo, revelando que tal curiosidade pode dar a uma pessoa um impulso de memória.

Quando os participantes do estudo se sentiam curiosos, eles foram melhores em lembrar informações até mesmo sobre assuntos não relacionados, e as varreduras do cérebro mostraram atividade em áreas ligadas à recompensa e memória.

Os resultados, detalhado a 2 de outubro na revista Neuron, sugerem formas de melhorar o aprendizado e a memória tanto em pessoas saudáveis como ​em pessoas com doenças neurológicas, disseram os pesquisadores. [5 fatos estranhos sobre a memória]

"A curiosidade pode colocar o cérebro em um estado que permite aprender e reter qualquer tipo de informação, como um vórtice que suga o que você está motivado para aprender, e também tudo em torno dele", disse Matthias Gruber, pesquisador da memória na Universidade da Califórnia.

"Estes resultados sugerem maneiras de melhorar a aprendizagem em sala de aula e outros ambientes", acrescentou. Gruber e seus colegas colocaram as pessoas em um scanner de ressonância magnética (MRI) e fizeram-lhes uma série de perguntas triviais, pedindo-lhes para avaliar a sua curiosidade.

Mais tarde, aos participantes foram mostradas as perguntas triviais selecionadas e, em seguida, uma imagem de um rosto neutro durante 14 segundos, seguindo-se a resposta. Depois, os participantes receberam um teste de memória surpresa das faces, e depois um teste de memória das respostas.

Não surpreendentemente, os pesquisadores do estudo descobriram que as pessoas se lembravam de mais informações quando estavam curiosos sobre as respostas triviais. Mas inesperadamente, quando os participantes estavam curiosos, também foram melhores em lembrar rostos.

Os participantes que estavam curiosos também foram mais propensos que os outros a se lembrarem tanto dos rostos como da curiosidade mesmo no dia a seguir ao teste, descobriram surpreendentemente os pesquisadores.

As imagens do cérebro mostraram que quando as pessoas estavam curiosas, mostraram uma maior ativação de circuitos cerebrais no núcleo accumbens, uma área envolvida na recompensa. Estes mesmos circuitos, mediadas pela dopamina, estão envolvidos em formas de motivação e prazer.

Finalmente, estar curioso, também parecia produzir um pico de atividade no hipocampo, uma região envolvida na formação de novas memórias, e fortaleceu a ligação entre a memória e os circuitos cerebrais de recompensa.

As conclusões do estudo não só destacam a importância da curiosidade para a aprendizagem em pessoas saudáveis​​, mas também pode dar dicas sobre doenças neurológicas. Portanto, a compreensão de como a curiosidade afeta o cérebro ajuda os cientistas a desenvolver tratamentos.


#CMisteriosBlog » Semana 14»»»Mistérios do Mundo
English »Article Being Curious Can Boost Your Memory»[LiveScience]
CMistériosBlog » Memória